DECRETO 0141-A/2021, DE 04 DE JULHO DE 2021.

INCLUI O ARTIGO “4º-A” AO DECRETO 141/202, DE 11 JUNHO DE 2021, QUE VERSA SOBRE MEDIDAS DE COMBATE E PREVENÇÃO À COVID -19 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

TADEU FILIPE FERNANDES DE ABREU, Prefeito Municipal de Capelinha, estado de Minas Gerais, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Orgânica Municipal;

CONSIDERANDO que a saúde é direito de todos e dever do Estado, e este, deve garanti-las mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação;

CONSIDERANDO as últimas orientaçõessobre os procedimentos de profilaxia a fim de conter a chegada e ou o avanço da epidemia nos municípios;

CONSIDERANDO a Declaração de Emergência em Saúde Pública de importância internacional pela Organização Mundial de Saúde em 30 de janeiro de 2020, em decorrência de Infecção Humana pelo novo coronavírus (COVID-19);

CONSIDERANDO que por meio da Deliberação COVID-19 nº 150 de 15 de Abril de 2021, o governo de Minas Gerais instituiu o reclassificou a Região do Jequitinhonha para a Onda Vermelha do Programa Minas Consciente;

CONSIDERANDO que a Onda Vermelha representa uma situação de exige cuidado e requer significativo distanciamento, entre outras restrições de aglomeração de pessoas;

CONSIDERANDO que particularmente nessa época do ano é comum a realização de festas juninas/julinas;

CONSIDERANDO que apesar da necessidade de preservar as realizações culturais de nossa comunidade, o cuidado com a vida deve ser a prioridade, sobretudo nesse momento de pandemia.

DECRETA:

Art.1º- Fica incluído artigo 4º-A ao decreto 0141/2021, de 11 de junho de 2021 com a seguinte redação:

Art. 4º- A – Constitui falta grave infringente ao Decreto nº 0141/2021 e demais normas de prevenção e combate à pandemia da COVID-19, passível de punição nos termos da Lei Municipal nº 2.199/2021, com penalidade de multa de 40 a 400 UFM- Unidade Fiscal Municipal-  a realização de festa juninas/julinas, bem como qualquer outro tipo de evento similar como quadrilhas e fogueiras onde possam aglomerar pessoas”

Art. 2º – Este decreto entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Capelinha, 04 de Julho de 2021.

Tadeu Filipe Fernandes de Abreu
Prefeito municipal

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui